Projetos GAIARP

Apadrinhamento Afetivo


Apadrinhamento Afetivo

   O programa Apadrinhamento Afetivo consiste em dar a oportunidade à crianças e adolescentes em acolhimento institucional (abrigo) de construir vínculos afetivos fora da instituição, contribuindo principalmente com o desenvolvimento emocional da criança, dando oportunidade de ressignificar os conceitos de família, afeto e cuidado.

   As crianças e adolescentes atendidos pelo programa são aqueles com perspectiva de longa permanência no acolhimento, ou seja, tem pouca chance de voltar para suas famílias ou serem adotadas tão logo, prioritariamente a partir de 09 anos, grupos de irmãos ou com deficiências.


Como funciona?


A preparação

   A demanda de padrinhos é espontânea. É realizada uma capacitação semestral em 07 encontros através de oficinas reflexivas relacionadas aos temas referentes ao apadrinhamento.

   As crianças são indicadas pelo serviço de acolhimento. É realizada uma preparação com as crianças em 04 ou 05 encontros a fim de esclarecer de forma lúdica os conceitos e objetivos do apadrinhamento.

 A prática

   A escolha dos pares (padrinhos e afilhados) é realizada após avaliação técnica, ficando a critério da equipe.

   Os padrinhos pegam os afilhados regularmente a cada quinze dias aos finais de semana.

O acompanhamento

   São realizados encontros mensais, alternando atendimento individual ou grupo com os padrinhos e encontros mensais com as crianças, sendo majoritariamente em grupos, de acordo com a demanda.

O encerramento

   O programa é encerrado caso a criança seja desacolhida (adoção, família acolhedora ou família de origem).

Qual o público alvo?

   Padrinhos e madrinhas com idade mínima de 21 anos que tenham disponibilidade, ambiente familiar adequado e receptivo ao apadrinhamento e que não possua demanda judicial envolvendo criança e/ou adolescente.

   Crianças e adolescentes, prioritariamente de 9 a 18 anos incompletos, com previsão de longa permanência no serviço de acolhimento institucional, com baixas perspectivas de retorno à família de origem ou adoção. 

   Através do Apadrinhamento Afetivo podemos romper o ciclo de fragilidade afetiva a que está exposta a criança ou adolescente acolhido em instituição, possibilitando a construção de referenciais de vida, essenciais para o seu desenvolvimento pessoal e social.







Dúvidas sobre o assunto:

Apadrinhamento Afetivo


U9TT
Rua Doutor Loyolla, 533 - Sala 1
Vila Tibério
CEP: 14050-070
Ribeirão Preto - S.P.
Fone: (16) 3019-2084


Aberto:
Segunda as Sexta das 14h às 18h
Reunião aberta na última quinta-feira de cada mes as 19:30h
Copyright © 2017 | Grupo de Apoio e Incentivo de à Adoção de Ribeirão Preto